sexta-feira, 10 de maio de 2013

TETO DE REFORMA: OS ESBULHADORES CONTINUAM NOS GOVERNOS

Não aceitando o teto de reforma nos 5030 € mensais como alvitrado pelo FMI, ao contrário dos 3000€ Suíços, o governo mostrou novamente que na nossa terra os governos são instrumentos de esbulho de uma camada, ou elite parasitária de poder, que se aproveita do estado, mesmo que tenha de empobrecer os restantes cidadãos: e isto é uma visão social-democrata.

2 comentários:

Sandra N. Martins disse...

Pois é...

Anónimo disse...

porque que é que a comunicação social e os partidos da oposição não tocam neste assunto de forma que sejam claros na justiça de todos os portugueses

Enviar um comentário