terça-feira, 16 de outubro de 2012

VÍTOR BENTO E A EXPLICAÇÃO COMO SE CRESCE

«Quem tem outras soluções deve explicar como se cresce»

«Vítor Bento faz notar que «entre 1995 e 2000 aumentámos significativamente a despesa»

Eu nunca vi Vítor Bento dividir o monopólio e oligopólio da economia concorrencial; da economia que gera receitas internas, que mexe internamente no circuito económico (indústrias criativas, restauração, pequenos serviços,  de lazer e de saúde) e que não interfere no défice externo... da outra: a que implica importações de bens de luxo de produtos não fabricados em Portugal.
Há muito espaço para a criatividade e a eficiência: não é possível é com os mesmos actores que nos colocaram nesta situação.
O que aconteceria se em vez de aumentar tão brutalmente os impostos Gaspar pensasse em diminuir o IVA destes serviços e economia acima descrita?
Possivelmente aumentava a receita fiscal e não «matava» Portugueses de várias formas.   

Sem comentários:

Publicar um comentário