terça-feira, 13 de novembro de 2012

MAIS UM GOLPE NAS EMPRESAS E NA ACTIVIDADE ECONÓMICA

Este desgoverno é de uma incompetência e irresponsabilidade canina.
Num momento destes atacar as pequenas e médias empresas, como ginásios e afins,  exigindo-lhes mais comparticipação é aniquilar mais centenas de milhar de postos de trabalho.
Quando portugal implodir aos irresponsáveis do governo anterior juntam-se estes fedelhos ranhosos e incompetentesE é por isso que se este orçamento passar, portugal morrerá definitivamente.

«A Segurança Social está a notificar cerca de 33 mil empresas que estão obrigadas a pagar taxa social única (TSU) de 5% sobre os seus trabalhadores a recibos verdes, por concentrarem mais de 80% da sua atividade.

Em causa estão cerca de 64.500 trabalhadores, e o pagamento de 23,8 milhões de euros correspondente aos 5% de TSU que passou a ser obrigatória com o novo Código Contributivo, escreve o «Jornal de Notícias».

Os números foram avançados pelo ministro Pedro Mota Soares, segunda-feira, no debate da especialidade sobre o Orçamento do Estado para 2013.

A cobrança coercivas de dívidas à Segurança Social rendeu até outubro 475,5 milhões de euros, o que traduz uma subida de 8,6% face ao montante arrecadado no mesmo período de 2011.»

2 comentários:

Diogo disse...

«Este desgoverno é de uma incompetência e irresponsabilidade canina.»

Não. Este governo (e os que o antecederam) são apenas funcionários bancários a fazer o seu papel.


Fernando Madrinha - Jornal Expresso de 1/9/2007:

[...] "Não obstante, os bancos continuarão a engordar escandalosamente porque, afinal, todo o país, pessoas e empresas, trabalham para eles. [...] os poderes do Estado cedem cada vez mais espaço a poderes ocultos ou, em qualquer caso, não sujeitos ao escrutínio eleitoral. E dizem-nos que o poder do dinheiro concentrado nas mãos de uns poucos é cada vez mais absoluto e opressor. A ponto de os próprios partidos políticos e os governos que deles emergem se tornarem suspeitos de agir, não em obediência ao interesse comum, mas a soldo de quem lhes paga as campanhas eleitorais." [...]

(c) P.A.S. Pedro Almeida Sande disse...

O seu não vejo-o como um também, porque penso que há muita incompetência e desconhecimento da realidade à mistura. O que não lhe tira a razão sobre os poderes ocultos e o interesse pouco colectivo.

Publicar um comentário