domingo, 24 de fevereiro de 2013

NÍVEL ZULU: O NÍVEL ONDE A DEMOCRACIA DEIXOU DE SER EXERCIDA

«É o resultado da recente onda de protestos que tem seguido os membros do Governo por todo o país. No espaço de uma semana o grau de ameaça subiu de nível. Numa escala de 5 (o menor grau) a 1 (o mais elevado), o grau de ameaça ao Executivo está a agora a meio da tabela: grau 3, o que equivale a uma ameaça significativa.

Nesta fase as autoridades têm informações que apontam para protestos mais organizados e com maiores recursos técnicos e humanos. A operação já pode envolver o Gabinete Coordenador de Segurança e um maior número de efetivos. Este nível de alerta pode ser designado de «Zulu», isto porque a partir de agora é considerado provável que os membros do Governo possam ser atingidos por objetos ou até empurrados.»
Num país democrático este arsenal de ameaça não existiria. Num país pouco democrático onde a democracia é apenas uma formalidade, as questões de segurança confundem-se com um estado onde a soberania dos povos não existe: com níveis de segurança de estado não democrático onde a voz do povo só hipocritamente é pedida de 4 em 4 anos. 
Quem não tem assim a certeza que a responsabilidade está neste sistema político de antigo regime?   

Sem comentários:

Publicar um comentário