quinta-feira, 12 de julho de 2012

HIGIENIZAÇÃO DEMOCRÁTICA

Concordo com o Pinho Cardão.
É preciso é colocar atrás das grades todos aqueles que têm andado a roubar os cidadãos honestos há trinta anos: os protesto na rua esvaziavam!
E isto não é uma questão de mercenarismo, ou de partido A ou B, ideologia, esquerda ou direita.
São os valores, e a ética, contra o chico espertismo de avental tipo Lusófona (que pode ser confundido com o custe o que custar, mesmo que seja à democracia e à participação - frase infeliz!)
Há quem não aprenda com a história e se julgue mais inteligente que os outros - normalmente são os parolos!
Há quem se apodere de uma frágil democracia participativa nebulosa,onde os cidadãos escolhem para seus representantes um estandarte nebuloso e não uma escolha cuidadosa e criteriosa (pela ética) dos seus verdadeiros representantes.
Os cidadãos e os democratas já se aperceberam que a democracia nesta forma pouco representativa é cada vez mais uma forma com pouco conteúdo. Até a escolha do tribunal que devia proteger a constitucionalidade das leis é uma vergonha!
Em Portugal chama-se a este impulso de Frodo, o deslumbramento provinciano por impulso.
Com a locupletação que se tem assistido por parte de uma franja aparentemente democrática, mas corrompida e corrupta, para lá caminhamos rapidamente!

A história precisa desta higienização de tempos a tempos, para repor a zeros a inconsciência dos que se esquecem que são humanos e têm um dever de lealdade com os seus irmãos e concidadãos.

Sem comentários:

Publicar um comentário