quinta-feira, 12 de julho de 2012

NOVA NEGOCIATA? DO IMTT: SIMPLEX E CONTEXTO

«À semelhança do que acontece com ligeiros e pesados, as motos com mais de 250 centímetros cúbicos (cc) vão passar a fazer inspecções periódicas obrigatórias a partir de Agosto. A legislação foi publicada esta quarta-feira em "Diário da República".

Os motociclos com cilindrada superior a 250cc vão ter de se apresentar a inspecção quatro anos após a primeira matrícula e, depois, de dois em dois anos até completarem oito anos, altura em que passam a fazer inspecções anuais.

Os veículos devem fazer a inspecção até ao dia e mês correspondentes ao da matrícula inicial. Os proprietários podem ainda optar por realizar a inspecção durante os três meses anteriores à data prevista.

A entidade responsável será o Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres (IMTT).»

Mais um exemplo de como Portugal funciona. A criação de dificuldades para se vender facilidades? Um estado em conluio com organismos aparentados que passam os dias a escavar não para facilitar a vida dos cidadão, mas para se locupletarem com eles.

Tudo o contrário que se esperava deste governo dito liberal, porque são estas pequenas "coisinhas" que infernizam a vida dos cidadãos.

1 comentário:

Anónimo disse...

Pois este estado de direito democrático para quem?
dizem que esta IPOV/motos é uma imposição da CE e que Portugal tem de a cumprir mas o aumento do ordenado minimo, o direito ao emprego;
aá casa; e tudo o resto que diz a constituição Portuguesa é só para para encher livros e alguns bolsos dos politicos que são eleitos democráticamente e dize~-se representantes do povo, mas onde está a opinião do povo em assuntos que são fundamentais e perturbam a sua vida na emissão destes dec. de leis , estas ideias de alguns politicos que não tem verdadeiramente ideias que ajudem a sair Portugal deste estado de corrupção, para justificar muitas vezes op seu assento parlamentar ditam estas ideias de jerico ou sinónimo de Burros pois pelo que se analisa mts não tem mais doque a escolaridade obrigatóri e só tem diplomas de cursos que mal frequentaram e apoiados em excepções e lobis.
zcarias

Publicar um comentário