segunda-feira, 29 de outubro de 2012

MENSAGEM DE SUA EMINÊNCIA O PAPA BENTO XVI A SUA EXCELÊNCIA PASSOS COELHO: O DIREITO A NÃO EMIGRAR

«O Papa defendeu esta segunda-feira «o direito a não emigrar» como um direito fundamental e convidou os governantes a fazerem tudo para que as populações permaneçam nos respetivos países.

«Antes mesmo do direito de emigrar, é necessário reafirmar o direito a não emigrar, isto é, o de ficar na sua própria terra», sublinhou Bento XVI na mensagem para preparar a Jornada dos migrantes e refugiados, que será celebrada em janeiro.

O Papa recordou que «o direito da pessoa a emigrar está inscrito nos direitos humanos fundamentais», mas sublinhou a importância de ter «sob controlo os fatores que empurram para a emigração».

Em vez de uma «peregrinação animada pela confiança, pela fé e pela esperança», «numerosas migrações são consequência da precariedade económica, da falta de bens essenciais, de catástrofes naturais, de guerras e de desordens sociais».

Sem comentários:

Publicar um comentário