segunda-feira, 19 de novembro de 2012

O PROBLEMA DE PORTUGAL NÃO É A INCOMPETÊNCIA MAS CORRUPÇÃO OU COMPETÊNCIA A MAIS: E QUANDO É QUE ESTA GENTE É PRESA?

«Paulo Morais com Nilton, a desvendar a ironia da corrupção.
Denúncias deste video de Paulo Morais. Impediu negócios ilegais que rondam 600 a 700 milhões de euros na área do Porto quando era Vice-Presidente. E levou a cabo 30 processos de denuncia na câmara municipal do Porto... Paulo Morais tinha 2 pelouros na Câmara do Porto, o do tráfico de Droga nos bairros sociais, e o do urbanismo. Ele ironiza que havia margens de lucro semelhantes ao tráfico de droga, na área urbanística, o que o fazia sentir que tinha dois pelouros na área do tráfico. Tráfico de droga e de terrenos.
Refere ainda um caso em Valongo (com o genro de Narciso Miranda), que ele denunciou, em que ás 4 da tarde compra um terreno por 4 milhões e ás 4.30, vende-o por 20 milhões.
A corrupção é a principal actividade politica em Portugal.
Estamos numa situação tão má e desapareceu tanto dinheiro, que a incompetência já não é suficiente para explicar o que foi feito a Portugal.
Por isso a única explicação é que há é competência a mais, mas na corrupção.
Na politica só temos tido gente séria e competente.
Mas os sérios não são competentes.
E os competentes não são sérios.
Foram 20 anos... muitos a roubar muito, cerca de 6 a 7% do orçamento iria para desvios e corrupção.
Não foi a despesa com a saúde, nem com o ensino foi a despesa com a corrupção.»

Sem comentários:

Publicar um comentário