quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

LOUCURA DE PASSOS: DEFENDER OS SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO DA REPÚBLICA NOS MERCADOS É ANTIDEMOCRÁTICO E AO NÍVEL DE QUALQUER DITADOR

«...defende que os serviços de informações "podem e devem" contribuir para que as empresas tenham informação mais "rigorosa e actualizada" dos mercados.
"O recurso que as nossas empresas não podem dispensar é a informação rigorosa e actualizada dos mercados em que operam, dos seus concorrentes e dos limites à sua actividade. Também aqui os serviços de informações, em conjugação com entidades como a AICEP, instituições académicas ou associações empresariais, sectores estratégicos da economia, centros de inovação tecnológica e investigação científica, podem e devem dar um importante contributo", afirmou Pedro Passos Coelho.

O chefe do Governo discursava na abertura de um seminário internacional sobre "A Segurança Global e os Sistemas Democráticos: desafios e perspectivas", organizado pelo Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP), na reitoria da Universidade Nova de Lisboa.
Antes, Pedro Passos Coelho considerou que "a constante contextualização dos riscos, ameaças e oportunidades através da leitura do ambiente estratégico internacional" é uma exigência que não se coloca apenas ao Estado, mas também às empresas.»

Sem comentários:

Publicar um comentário