quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

A HIPOCRISIA A DESCOBERTO

«As negociações não vão ser fáceis porque a Itália vai claramente defender os seus interesses», afirmou Merkel ao lado do primeiro-ministro demissionário italiano, que hoje está na capital alemã para um encontro bilateral, cita a Lusa.

Os dois líderes pretendem preparar o próximo Conselho europeu em Bruxelas, agendado para os dias 07 e 08 de fevereiro.

Os líderes dos 27 Estados-membros da UE deverão assumir na cimeira um compromisso para o orçamento plurianual comunitário para o período de 2014-2020.

«Não é segredo que Mario Monti defende firmemente os interesses de Itália e isso resulta, por vezes, em problemas difíceis que temos de resolver, mas estou otimista que iremos chegar a acordo sobre a questão do financiamento a meio prazo» da UE, acrescentou a chanceler alemã.»
Há alturas em que as palavras fogem para onde menos se espera: quando Merkel fala em interesses soberanos próprios, ficamos com a certeza de que a Europa ainda está longe do projecto comum sonhado pelos pais fundadores.

Sem comentários:

Publicar um comentário