quarta-feira, 4 de julho de 2012

A MÁSCARA DA ÉTICA DE PASSOS COELHO!

«Pedro Passos Coelho não quis comentar o caso da licenciatura do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas.
«Não tenho nada a comentar, porque tanto quanto sei não há nenhuma ilicitude nem nenhuma irregularidade que tenha sido apontada», disse o primeiro-ministro, questionado sobre o tema.
«É um não assunto», disse Passos Coelho, recusando que o lugar de Relvas no Governo esteja em causa: «Quando o primeiro-ministro não tiver confiança num ministro ele deixa de o ser»
Quando um povo deixa de ter confiança num primeiro- ministro ele devia deixar de o ser.
É isto um regime democrático ou um república de mentirosos a precisar de um Tribunal Penal Internacional?
Pois é miúdo Passos, é mesmo natural que se receba um diploma de três anos num ano!
O estado está tomado por esta gente que manipula a seu favor tudo e todos. 
Que autoridade tem Passos para falar nas novas oportunidades? 
É a história de vida das juventudes partidárias que permite amealhar diplomas.
Pelo menos não foram os próprios que manipularam faculdades e leis para conseguirem os seus diplomas.
Para todos os licenciados isto é um afronta!
Fizeste o mesmo, Passos?

Sem comentários:

Publicar um comentário