terça-feira, 9 de outubro de 2012

SOARES DIXIT

«Soares foi muito crítico com Passos Coelho, que «resolveu pôr o ministro das Finanças a dizer na Assembleia, com a sua voz tão peculiar, que os impostos vão aumentar imenso e em conjunto a vida dos portugueses (...) ia piorar muito». «Que falta de sensibilidade política e de vergonha!», acusou.

O histórico socialista apontou que «um 5 de outubro sem Povo, não faz sentido nenhum» e «é próprio de uma ditadura». «Quando os governantes (quer sejam ministros, secretários de Estado ou o Presidente da República) manifestam medo do Povo - e fogem dele - algo vai muito mal».

Sem comentários:

Publicar um comentário