quarta-feira, 10 de outubro de 2012

UM ERRO DUAS VEZES, NÃO É ERRO, É CRIME!

Um erro duas vezes já não é erro, é crime.
Quando daqui a seis meses a um ano a situação portuguesa estiver sob todos os pontos de vista, que são os mais importantes como o social e o económico, BEM PIOR, o que dirá Passos aos Portugueses?
«Eu avisei que podia não dar resultado!» 
Se podia «não», não fazia experimentalismos com a vida dos outros. 
De outro modo, e porque já foi avisado que a sua receita agrava em vez de melhorar, até os credores o reconhecem, «sim porque isto não passa de uma má receita como já comprovado», é melhor ir-se e ir-se já!

Sem comentários:

Publicar um comentário