terça-feira, 17 de janeiro de 2012

ESTADO DE GRAÇA OU ESTADO DE DESGRAÇA?

«Para mim estado de graça acabou há muito ! , Sondagens continuam altas, serão verdadeiras , ou têm como objectivo acalmar as populações?»
Com Paulo Rangel a bater no governo de Passos, e bem, o estado de desgraça que se sente no dia a dia, já há muito arredou o estado de graça de um governo teimoso e que teima em se mostrar pouco social democrata. 

A figura arrastada de Gaspar, o fundamentalista, agregada a Passos, o defensor extremoso dos mercados, já ditou para a população o fim de um governo que acrescentou à loucura do anterior, a mentira do aparelho.

Ah, e não nos esqueçamos do Relvas! 

Sem comentários:

Publicar um comentário