sábado, 28 de janeiro de 2012

GOVERNO ESTÁ MATAR O TRABALHO DIGNO

«O governo está a matar o trabalho digno», mesmo depois de ter subscrito a declaração da Organização Internacional do Trabalho com o objectivo, precisamente, de defender o trabalho digno. Ora, no seu primeiro discurso como líder da CGTP, Arménio Carlos teceu com estas palavras duras críticas ao acordo da Concertação Social alcançado recentemente.

E não se ficou por aqui: «
É uma monstruosidade económica e social, diminui a procura interna, agrava pressão recessiva. É inadmissível».

Sem comentários:

Publicar um comentário