terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A ZONA DE COMODISMO DE PASSOS RELVAS

«Os pedidos de ajuda visam as necessidades mais básicas, mas também para arranjar trabalho, como é o caso de Patrícia Moreira, uma enfermeira que tem os pais na Suíça.
O Governo reconhece que "sozinho" não consegue dar repostas às situações de carência que vão surgindo nas comunidades portuguesas no estrangeiro. O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, afirma que quem emigrar deve fazê-lo “sempre com contratos de trabalho que lhes dêem algumas garantias” e “não se deixem iludir com promessas fáceis”.»

Afinal em que é que ficamos, sr. Pedro e sr. Miguel?
É isto que é a zona de comodismo?

Sem comentários:

Publicar um comentário